• Categorias
  • The Latest Style
  • Arquivos

JÁ OUVIU FALAR DAS CORRIDAS DE AVENTURA? E DAS ULTRAMARATONAS?

Mauro Chasilew, atleta que treina na Bodytech Shopping Città (RJ), já rodou o mundo correndo. Suas especialidades são a corrida de aventura, esporte que integra várias modalidades, como corrida e/ou trekking, mountain bike, remo, orientação por mapa e bússola e técnicas verticais (rapel e ascensão), e a ultramaratona, que é uma corrida superior aos 42km das maratonas tradicionais.

Mauro já participou de uma corrida de aventura na Patagônia Chilena, com 1112km, e foi o primeiro atleta a correr solo uma ultramaratona de 210km em Israel, passando por lugares históricos e de primeira importância para a fé cristã, citados no Novo Testamento. Além disso, encarou a Badwater, prova de 135 milhas (217km) no Vale da Morte, na Califórnia (EUA), onde enfrentou temperaturas que chegaram aos 56ºC.

No Brasil, o destaque ficou para a Jungle Marathon, com 222km na Selva Amazônica percorridos em uma semana. Essa é uma prova “auto-suficiente”, em que o participante leva sua comida e seus equipamentos, dorme em rede, vivenciando a selva, e passa pelo local de maior concentração de onças do mundo.

Atualmente, Mauro se prepara para a PT281+, ultramaratona de Portugal com mais de 281 km e largada em Belmonte, cidade onde Pedro Álvares Cabral nasceu. Abaixo, ele conta um pouquinho da sua experiências nessas modalides tão desafiadoras:

“Nas duas atividades, prefiro as provas mais longas. Em corridas de aventura, distâncias acima de 500km, e nas ultramaratonas, acima dos 200km. E, claro, em terrenos nada urbanos, como selvas, desertos, montanhas e o que mais aparecer e parecer maneiro!

Acho que as ultradistâncias tornam a experiência mais interessante. As situações-limite nos fazem ter uma percepção diferenciada do que realmente importa.

Nessas corridas, fome, frio, calor e sono são companheiros quase constantes. Mas odesfrute e a alegria do contato com a natureza também são constantes.

Participei de provas na Patagônia, no deserto do Vale da Morte, na Califórnia (EUA), no deserto do Atacama (Chile) e em Israel. O Brasil não ficou de fora. Chapada Diamantina, Serras Gaúchas, na caatinga e a Rota do Descobrimento foram algumas das nossas pistas.

Tive a oportunidade de remar próximo de baleias-jubarte e jacarés, correr por uma semana na Floresta Amazônica, percorrer pontos históricos e bíblicos. E ir a muitos locais aonde o turismo convencional não nos leva.

Nesses esportes, temos que saber lidar com dores e insegurança. Estar perdido e se achar. Estudar e escolher os equipamentos corretos para cada prova e entender que essa equação de dificuldades, desafios e divertimento faz dessas atividades ao ar livre algo inesquecível e importante para a manutenção do nosso dia a dia.

A Bodytech nos surpreendeu muito. Apesar do tamanho da academia, encontramos um ambiente bastante acolhedor e acabamos fazendo vários amigos em nossa rotina de treinamentos diários. São treinamentos funcionais na musculação, Running, Indoor Cycle e Yoga.

Por fim, fica o convite para experimentarem as atividades outdoor. Qualquer distância. Qualquer local. Partiu?”

  • é professor de Educação Física e empresário. Participa de provas longas de corrida de aventura desde 2003 e de ultramaratonas desde 2007, entre elas, a corrida de aventura na Patagônia Chilena, com 1.112km. Mauro Chasilew

Você pode gostar

Gente ordinária fazendo coisas extraordinárias

Meter-se numa prova de 281 km (que seriam 294 no GPS de Rui Pinho) ...

Superação e muito trekking ate o acampamento base do Everest

Superação e muito trekking ate o acampamento base do Everest Recentemente, assisti a uma ...

Ultramaratonista carioca Mauro Chasilew participa da primeira edição da PT281+

O carioca Mauro Chasilew, de 46 anos, tem várias ultramaratonas no currículo, como todas ...