• Categorias
  • The Latest Style
  • Arquivos

CORRIDA DE AVENTURA REÚNE FAMÍLIAS, FOOD TRUCK, SHOW DE JAZZ E BLUES…

No dia 27 de agosto rolou a primeira prova da CamelBak na América Latina: a CamelBak Mountain Race – Transition Series.

Antes da corrida propriamente dita, fizemos um workshop para 200 pessoas no auditório de Furnas, abordando temas de transição do asfalto para o trail, treinamento, nutrição, prevenção de lesões e segurança em trilhas. Também fizemos vários treinões preparatórios com assessorias parceiras.

Para essa primeira prova, escolhemos o incrível Hotel LeCanton, em Teresópolis. E tivemos a presença de professores e alunos da Bodytech.

Definimos dois percursos: um de 6km, para as pessoas que estavam experimentando o Trail Run pela primeira vez ou fazendo a transição do asfalto ou da academia para as trilhas; e outro, de 12km, já bem mais desafiador e duro.

Os dois percursos contavam com muitas subidas e descidas, lama, trilhas mais fechadas, single track e muito divertimento.

O dia estava lindo, e o frio de rachar da manhã logo se transformou em maçarico na cabeça. Um sol que não deu trégua durante todo o dia.

Para a molecada, a turma do Moleque Mateiro deu um show à parte, fazendo com que a criançada tivesse um gostinho do local onde os pais estavam correndo.

Para depois da prova, reservamos um festival de Food Truck com apresentação de jazz e blues com Renato da Gaita.

E a galera foi ficando… Batendo papo, reencontrando velhos amigos, fazendo novas amizades, brindado, contanto casos e dando risadas.

Em breve, divulgaremos a próxima etapa da CamelBak Mountain Race. E esperamos ter uma nova galera se aventurando pela primeira vez por trilhas e montanhas.

Bons ventos a todos!

  • é professor de Educação Física e empresário. Participa de provas longas de corrida de aventura desde 2003 e de ultramaratonas desde 2007, entre elas, a corrida de aventura na Patagônia Chilena, com 1.112km. Mauro Chasilew

Você pode gostar

SAIBA COMO É COMPLETAR ‘6 MARATONAS’ EM 54 HORAS

A Brazil 135+ é uma das ultramaratonas mais difíceis do planeta. Ponto final. A dureza ...

Gente ordinária fazendo coisas extraordinárias

Meter-se numa prova de 281 km (que seriam 294 no GPS de Rui Pinho) ...

Superação e muito trekking ate o acampamento base do Everest

Superação e muito trekking ate o acampamento base do Everest Recentemente, assisti a uma ...